Essa criptomoeda mesmo em tempos de crises não decaem e se mantém em alta

As crises econômicas podem acontecer a qualquer momento como dizem os grupos dominantes. Dessa maneira, isso pode afetar diversos investimentos ativos que decaem sob uma recessão. Confira neste post da G44 Brasil.

Os mercados financeiros são muito suscetíveis às expectativas, então se esses grupos estão tendenciosos a retrair compra de ações, por exemplo, o mercado desaquece. Todo esse fenômeno está bastante relacionado a fatos políticos de interesse global. Logo, todas as moedas tradicionais podem sofrer os efeitos e oscilam por causa da ação de bancos e governos. 

O Bitcoin é uma criptomoeda, ou, simplesmente, ‘dinheiro eletrônico’. Contudo, seu funcionamento é descentralizado, pode ser transferida por meio de smartphones e não submete seus usuários a qualquer autoridade monetária. Continue lendo a G44.

Durante a crise da Grécia, para citar apenas um caso, muitas pessoas passaram a comprar bitcoins porque o limite de saques nos bancos estava muito baixo.  Desta forma, podemos compreender melhor sua valorização constante e acelerada perante a uma crise mundial.

Dentre as inúmeras façanhas conhecidas sobre o Bitcoin, sabemos que pessoas comuns começaram a comprar e acumular a criptomoeda, podendo trocar por produtos e serviços, bem como realizar trader no mercado, podendo tornarem-se milionárias.

Gostou do post da G44 Brasil? Compartilhe e comente!

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here