Início Criptomoedas Conheça três fatores que podem afetar seus rendimentos 

Conheça três fatores que podem afetar seus rendimentos 

297
0

Você, como um bom investidor, deve ter uma constante preocupação em relação aos rendimentos, com os possíveis “planos B” e manobras de emergência. Outra preocupação sempre presente na mente do investidor são os fatores que podem afetar os rendimentos de qualquer forma.

Neste artigo vamos falar dos principais fatores que podem influenciar nos seus rendimentos, principalmente os que vêm dos investimentos de renda fixa. Confira os principais fatores:

1. Taxa Selic
A taxa selic é um instrumento fundamental do governo brasileiro para a regulação do mercado financeiro no país. Então você pode perceber que esta modalidade de investimento afeta diretamente as outras.

O dinheiro investido nos títulos da dívida estatal são utilizados pelo Banco Central e através dele o BC consegue exercer forte influência na inflação.

Uma considerável parte dos investimentos de renda fixa dão retorno conforme a taxa selic. Portanto, se a taxa selic cair, o rendimento da renda fixa também sofre uma queda proporcional. Da mesma forma, caso a taxa selic aumente, os rendimentos de renda fixa também aumentam.

O mercado dá constantes indícios que podem ser utilizados para a análise da tendência de queda ou de elevação da taxa selic. O investidor deve se manter atento à variação da taxa selic, pois isso é decisivo para a formulação das suas estratégias.

2. Certificado de Depósito Interbancário

O CDI é o nome que se dá ao empréstimo que os bancos fazem uns aos outros. Os bancos trabalham com a CDI para evitar que seus orçamentos fechem no negativo. Muitos investimentos têm sua liquidez diretamente relacionada ao CDI.

A importância do CDI se dá no fato de que muitos investimentos têm seus rendimentos dependentes dele. Há investimentos que chegam a render 100% do CDI, por exemplo. Além disso, o CDI também é utilizado para contratos de dívidas e câmbio.

Assim como na taxa Selic, CDI com taxas menores, significa que o mercado está oferecendo crédito com juros mais baixos e que o investidor tem rendimento menor. Lembre-se que tanto o CDI quanto a Selic tem seus rendimentos atrelados aos juros de crédito.

Desta forma, o CDI entra para a lista como um dos fatores mais importantes para que você seja capaz de analisar tendências de mercado e fazer uma previsão de seus rendimentos.

3. Disponibilidade de Crédito no mercado
Existem muitos investimentos de renda fixa que tem por finalidade dar crédito a atividades econômicas, como agropecuária e mercado imobiliário. Tudo tende a correr bem quando há rotatividade de crédito entre os financiadores e os produtores.

Porém, se por algum motivo essa harmonia for quebrada, investimentos como LCI e LCA, por exemplo, podem ter seus rendimentos seriamente comprometidos. Motivos que podem levar a essa quebra de harmonia são grandes perdas em produção (geralmente causada por catástrofes ambientais), mudanças em tendências sociais e etc.

Esses motivos fazem com que os financiadores “levem um calote” e, consequentemente, diminuem a disponibilidade do crédito no mercado. Para que o investidor não seja prejudicado nestas modalidades, é importante se manter atualizado em relação aos mercados do agronegócio e imobiliário.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here