No último mês, o Facebook fez o anúncio de sua própria criptomoeda, a Libra. A tecnologia agitou o mercado de ativos digitais e promete transformar os negócios do gigante da mídia social.

Analistas avaliam que a chegada da moeda pode mudar o setor econômico. Segundo uma avaliação do analista do Citigroup, Mark May, em uma recente nota de pesquisa intitulada “o caminho do Facebook para imprimir ainda mais dinheiro”, a Libra poderia introduzir um produto novo e importante e uma nova fonte de receita para o Facebook.

A moeda é uma grande aposta para o futuro da receita da empresa. Hoje, a maior parte das entradas financeiras são fruto das publicidades da plataforma, mas o próprio presidente-executivo Mark Zuckerberg admitiu projetar que o futuro esteja nas mensagens privadas.

Por esta razão, a empresa investiu em uma integração da criptomoeda com os sistemas de mensagens, como o WhatsApp e o Messenger. A ideia é que os usuários possam utilizar essas plataformas para enviar dinheiro para amigos e empresas em todo o mundo, por meio da inclusão de serviços digitais de pagamento nesses apps.

Se o plano funcionar, esses serviços de mensagem vão se tornar novos polos de pagamento e comércio que receberão comissões modestas e lucrativas sobre as transações que intermediar.

Para o analista do banco de investimento SunTrust Robison Humphrey, Yousef Squali, essa decisão é um forte indicador da intenção do Facebook de se tornar uma plataforma de transações, se expandindo para muito além de seu já imenso negócio publicitário.

Se as pessoas começarem a utilizar a moeda em seus sistemas de pagamento digital, o Facebook pode não precisar de anos de prazo para fazer dessas atividades fontes de receita. E, caso a publicidade ainda continue em alta na captação de rendimentos da plataforma, o reforço de um produto financeiro, como uma criptomoeda, pode tornar o espaço ainda mais atraente para os anunciantes. 

Fonte: Boomberg News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here