A economia brasileira começou a dar sinais muito sutis de melhora em 2017, depois de uma intensa crise desencadeada pelos problemas políticos do país. Mas qual é o impacto dos fatos políticos sobre a economia?

A incerteza política é um dos grandes agravantes de uma crise econômica. Quando um país tem a suas questões políticas fragilizadas, também perde investimentos e, automaticamente, entra em alerta com relação à sua economia.

Isso acontece até mesmo em países de primeiro mundo, onde a economia tem maior robustez. No Brasil, os reflexos não tinham como ser menos graves, dada a nossa recente ascensão econômica e, por isso mesmo, ainda não consolidada.

 Entenda o impacto dos fatos políticos sobre a economia

Política e economia são dois dos pilares mais importantes para o funcionamento de uma nação. Enquanto um diz respeito às autoridades que controlam o país, o outro está diretamente ligado a circulação do dinheiro e ao desenvolvimento da nação.
Mas embora muito se fale sobre a relação entre esses dois assuntos, poucas pessoas entendem como acontece, de fato, o impacto dos fatos políticos sobre a economia.

•  Confiança para investimentos:
Um dos maiores problemas é que quando acontece uma instabilidade política, outros países não se sentem confiantes para investir. Sendo assim, as empresas nacionais acabam perdendo dinheiro.
Principalmente no que diz respeito às estatais, como é o caso da Petrobrás, que foi muito afetada pela crise política, apesar de continuar operando.
Uma das razões que motivam isso é o medo de que o dinheiro investido seja confiscado pelo governo, a fim de pagar uma dívida causada, por exemplo, pela corrupção.

•  Inflação:
Quando o governo gasta mais do que arrecada, aumenta a emissão do papel-moeda para cobrir os gastos públicos do Estado, com mais dinheiro em circulação, os preços tendem a subir. Outra alternativa é aumentar a carga tributária, fazendo recair esse aumento sobre o preço dos bens e serviços, o que diminui o consumo e alimenta a crise, gerando desemprego e recessão.

•  Importação, exportação, e acordos econômicos:
Não podemos falar sobre crise política sem analisar os impactos disso nas negociações internacionais. Muitos acordos econômicos fechados com outros países podem ser prejudicados.
O Brasil é um grande exportador em vários setores. Quando a política se mostra frágil e pouco confiável, os outros países acabam questionando a relação, e podem evitar negócios.

•  Empresários e consumidores desconfiados:
Empresários e consumidores acabam adotando uma postura mais amena, e evitam gastos. Isso significa que diante de uma crise política, as empresas costumam congelar seus investimentos, enquanto os clientes evitam comprar.

•  Desemprego:
Com medo de gastar mais dinheiro do que deve, os empresários congelam também as contratações e, alguns, até diminuem a equipe.
O resultado é um número maior de pessoas desempregadas e, consequentemente, sem condições de consumir e gastar.

É possível analisar economia e política de maneira isolada?

Podemos dizer que é praticamente impossível isolar esses dois assuntos. Em um país como o Brasil, em que os problemas políticos são diariamente expostos, isso é ainda mais intenso. Um dos maiores problemas é que, depois de sofrer um golpe, por exemplo, um país não consegue prever os seus próximos anos.

Sem conhecer o perfil de quem assumirá o poder, e sem entender quais são os projetos previstos, já que não foram aprovados pelas urnas, fica bastante árdua a missão de estabilizar a economia. Sobretudo quando algumas medidas parecem ser tomadas para atender demandas de grupos econômicos, muitas vezes interessados em causar ainda mais instabilidade, a fim de conquistarem as reformas necessárias que lhes beneficiem.

Apesar de ter sido possível sentir alguma melhora em 2017, comparando-se ao ano anterior, quando passamos pelo golpe parlamentar, o Brasil ainda tem um longo caminho até se recuperar dos problemas causados pela turbulência política.

Quando analisamos o impacto dos fatos políticos sobre a economia podemos perceber que a crise econômica foi além de algumas previsões, porém, tendo em vista que estamos em ano eleitoral, a expectativa é de que o resultado das urnas inaugure uma fase mais positiva em 2019, caso os desmandos do governo ilegítimo que assumiu o país consigam ser sanados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here