“É simplesmente o dinheiro eletrônico ‘peer to peer’”. (Satoshi Nakamoto)

A Bitcoin é resultado de décadas de pesquisa não apenas na área da Ciência da Computação, mas também Criptografia, Ciências Econômicas e Teoria dos Jogos. É um software de código-fonte aberto que qualquer pessoa pode inspecionar e propor melhorias, basta baixar e entender como funciona. Confira neste post da G44 Brasil

Foi criada por Satoshi Nakamoto no dia 31/10/2008, e vem trabalhando de forma ininterrupta desde então. A tecnologia não é nova, outros já haviam tentado sem sucesso, por isso, inicialmente, foi desacreditada por especialistas. Mas a Bitcoin decolou e vem impactando o mundo com as sua características revolucionárias .

O funcionamento da Bitcoin é descentralizado, ou seja, não pode ser controlada por governos, por isso não pode ser confiscada. E por haver um limite estabelecido em 21 milhões de Bitcoins que podem ser criadas, onde cada unidade é divisível em até 8 casas decimais, ela se transformou numa moeda deflacionária.

A Bitcoin pode ser definida como a digitalização do dinheiro, pois as características que se atribuem às relações de compra e venda com o dinheiro em cédula ou ‘cash’ são as propriedades aplicadas ao ambiente digital com a Bitcoin. Continue lendo a G44.

Para ilustrar o que Satoshi Nakamoto quis dizer com “peer to peer”, veja a tabela comparativa:

 

BITCOIN DINHEIRO-CÉDULA OU CASH
Ativo ao Portador A nota de dinheiro em troca do serviço ou produto
Transação sem intermediários; O comprador entrega a cédula diretamente ao vendedor
Privacidade O comprador não precisa fornecer suas informações pessoais
Pagamentos Irreversíveis Não há como estornar o pagamento a menos que haja a devolução acordada da mercadoria.

 

Além disso, as regras do sistema incentivam o comportamento honesto, segundo Fernando Ulrich, especialista em Economia.

Gostou deste post da G44 Brasil? Compartilhe e comente!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here